Fechar
Metadados

%0 Thesis
%4 sid.inpe.br/deise/2000/04.27.16.33
%2 sid.inpe.br/banon/2001/04.03.15.38.53
%F 8821
%T Qualidade geométrica de imagens JERS-1 (SAR) e RADARSAT (modos S2 e S3) em ambiente de floresta tropical (Rondônia)
%J Geometric quality of JERS-1 (SAR) and Radarsat (beam positions S2 and S3) images in tropical forest environment (Rondônia)
%D 1999
%8 1999-10-13
%9 Dissertação (Mestrado em Sensoriamento Remoto)
%P 204
%A Andrade, Nilo Sergio de Oliveira,
%E Alves, Diógenes Salas (presidente/orientador),
%E Câmara Neto, Gilberto,
%E Paradella, Waldir Renato,
%E Fernandes, Davi,
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%C Sao Jose dos Campos
%K processamento digital de imagens, Rondônia (Estado), radar de abertura sintética, SAR, ortorretificação, retificação, imagens de radar, precisão geodésica, precisão geométrica, correção geométrica, medidas em imagens de radar, RADARSAT, JERS 1.
%X As imagens de radares de abertura sintética apresentam distorções geométricas que são causadas por diversas fontes. Este trabalho tem como objetivo quantificar a qualidade geométrica de imagens dos satélites RADARSAT, tipo path image, no modo standard de imageamento, com posições de feixe S2 e S3 e JERS-1, com nível de processamento 2.1 adquiridas na região de Ariquemes-RO. Um conjunto de pontos de controle, coletados com o uso de GPS foram adquiridos na área de estudo e processados diferencialmente, a fim de serem utilizados na avaliação da qualidade geométrica das imagens SAR. Os erros planimétricos e altimétricos destes pontos foram da ordem de 1, 11 metros e 2,19 metros, respectivamente. Os pontos foram utilizados para avaliação das características geométricas das imagens, pela analise das distancias lineares e ângulos formados pelos mesmos. As imagens não corrigidas geometricamente apresentaram erros relativos de escala e rotação da ordem de 2 pixels. As mesmas imagens depois de geometricamente corrigidas (geocodificadas e ortorretificadas) apresentaram redução dos erros relativos de escala e rotação da ordem de 1/3 do pixel (4,17 metros). A Qualidade Geométrica Absoluta das imagem ai avaliada pela sobreposição e analise visual de feições lineares adquiridas com GPS (estradas), sobre as imagens corrigidas. Um conjunto de pontos de teste foi utilizado para avaliar a exatidão absoluta e relativa das imagens de radar que sofreram correção geométrica através do processo de geocodificação e ortorretificação. Os resultados obtidos com o calculo da exatidão absoluta e relativa destas imagens ratificam os resultados obtidos a partir da avaliação da qualidade geométrica das mesmas, visto que os resultados são bastantes similares. A partir do calculo da exatidão absoluta das imagens geocodificadas e ortorretificadas conclui-se que os erros de localização absoluta são menores do que um pixel, variando de 5,42 metros a 12,24 metros para as imagens geocodificadas e de 5,42 metros a 11,72 metros para as imagens ortorretificadas. As imagens com as características das utilizadas neste estudo, ou seja, ângulos de incidência variando de 24 graus a 37 graus (RADARSAT S2)30 graus a 37 graus (RADARSAT S3)e 320 a W (JERS-1), adquiridas em regiões com moderada variação altimétrica (a área de estudo apresenta variações de 100 a 376 metros), apresentaram erros geométricos compatíveis com os erros aceitáveis para a confecção de cartas-imagem nas escalas de 1:40.000, 1:25.000 ou 1:20.000, dependendo da classe da carta a ser produzida. ABSTRACT: Synthetic aperture radar images reveal geometric distortions, which are caused by different sources. The aim of this dissertation is to quantify the geometric quality of some of these images - SGF product type (path image), standard beam mode, bearn positions S2 W S3 Radarsat images, and JERS- 1 images level 2.1, acquired in the region of Ariquemes - RO. A set of control points were acquired by using a GPS receiver in the area of study and differentially corrected. The planimetric and altimetric errors of these points are about 1, 11 and 2,19 meters, respectively. These points were used as ground truth and compared with geometric properties (linear distances and angles)measured over the images. The uncorrected images presented relative scale and rotation errors of about 2 pixels. The images were geometrically corrected (geocoded and ortho-rectified)and had their geometric characteristics analyzed. The reduction of the relative scale and rotation errors obtained with the processes of geometric correction of the images were of 1/3 of pixel (4,17 meters). Visual inspection of an overlay of the SAR images and a GPS collected road network indicated a reasonable degree of coincidence. A set of testing points was used to evaluate the absolute and relative accuracies of the images after geometric correction by geocoding and orthorectification. Results obtained with the calculation of the absolute accuracy of the geocoded and ortbo-rectified images showed errors of absolute localization smaller than a pixel, varying from 5,42 meters to 12,24 meters to geocoded images and from 5,62 meters to 11,72 meters to the ortho-rectified ones. The images with viewing angles ranging from 24 degree in the near range to 31 degree in the far range (Radarsat , S2) in the near range to 37 degree in the range (Radarsat S3) and 32 degree in the near range to 38 degree in the far range (JERS-1), acquired in regions with moderate altimetric variation (the area of study presents altimetric variations from 100 to 376 meters), presented geometric errors acceptable for mapping at 1:40.000, 1:25.000 or 1:20.000 scales depending on the class of the mapping product to be obtained.
%@language pt
%3 publicacao 7503.pdf


Fechar